> Arquivo

Carta de Otto Spitz [Anexo]

RG:
ARQ/1420

Ficha:
1417

Data:
28/11/1938

Arquivo:
1546

De:
Otto Spitz

Orgão Receptor:
Consulado Geral do Brasil em Paris

Tipologia:
Carta

Classificação:
Ostensivo

Cidade:
Paris

País:
Franca

Idioma:
Frances

Número de páginas:
1

Síntese:

Otto Spitz pede que o Consulado Geral do Brasil em Paris dê o visto para a sua família, listando todos: sua mulher, Julie Spitz e seus filhos, Peter Spitz, Eva Spitz. Foi banqueiro em Viena por mais de 30 anos e estabeleceu sua reputação nesta profissão, tendo a vida familiar de forma exemplar. Após a anexação da Áustria ao Reich, a família Spitz precisou sair de seu antigo lar e ir para outro. Ainda conseguiu manter parte de seu dinheiro, que é considerável para recomeçar os negócios. Está disposto a depositar um montante de 10 mil dólares num banco destinado pelo Consulado de Paris. Pede que seja concedida a sua vinda e de sua família para o Brasil, para que se estabeleça no país. Espera uma resposta favorável ao seu pedido, estando a disposição para qualquer informação que seja necessária.

Observação:

- Anexo ao ofício nº 117, de 02 de dezembro de 1938.

Pessoas Citadas:

Julie Spitz; Peter Spitz; Eva Spitz.

Palavras Chave:

anexo; austriaco; banqueiro; carta; familia; Paris; Viena.